Infância Roubada

 

Eu fiz uma viagem no começo desse ano com minha amiga Aninha. Ela estava com seus dois filhos: uma menina linda de 17 e um menino lindo de 12 anos.
Era a primeira vez que fazia uma viagem sozinha de tudo, sem meus babies. Sempre estive com eles, ou com os dois ou com a minha filha… mas sempre com os filhos.
Meu coração apertou.
As delícias da maternidade, as traquinagens , a segurança feliz e acalentadora da infância, a blindagem da idade da ingenuidade. Esse campo santo foi profanado  na vida dos meus filhos. Lembrei-me como foram atingidos e como tiveram a infância roubada!
Essa lembrança tão dolorosa me deu um nó na garganta e sufocou meu coração. Ao ver os dois filhos da Aninha, tão lindos, tão amorosos e felizes, desfrutando do conforto da proximidade do calor materno, das brincadeiras simples de irmão para irmão, do carinho mais puro e do amor mais garantido, da segurança do conforto do lastro familiar, chorei pelos meus…
Meus filhos tiveram a infância roubada. A pureza da infância lhes foi covardemente tirada, os valores da vida colocados em cheque, a segurança foi totalmente abalada, os lastros desmoronados, a maternidade profanada, a honra vilipendiada… A vida foi interrompida… Já não era mais colorida… O futuro, incerto. A vida de repente parou.
Foram embora as cantigas, as brincadeiras de família, as traquinagens, os passeios, as diversões… Ficaram pra trás as viagens, os passeios nos parques, as tardes ensolaradas, incursões nos shoppings. Os programas de família ao ar livre acabaram. Ficou o medo, o burburinho, os olhares, a vergonha. Veio a raiva, a tristeza, a dor, a decepção, a desilusão, o claustro.
Ficou a fobia.
Foi embora a infância. O amadurecimento, visita indesejada, veio pra ficar.
Foi embora a alegria.
Foi embora o riso fácil, a gargalhada.
Foi embora o meu filho.
Ficou o silêncio, a dor, o vazio, a vida interrompida para corações visceralmente esfacelados, umbilicalmente unidos e pra sempre marcados.

Rose Leonel
*

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *